RADAR

SEMANAL

Podcast Especial:  LETICIA DOHERTY

Com 25 anos de experiência em funções atuariais, tendo tido o privilégio de trabalhar com: Provisões, Projeções, Modelagens, Produtos, Precificação, Subscrição, Emissão e Regulação, liderando equipes importantes e estratégicas durante este período, é atualmente Gerente de Vida & Longevidade do IRB Brasil RE. Bacharel em Ciências Atuariais pela UFRJ; pós-graduada em Seguros e Gestão Estratégica pela UVA; várias certificações em Gerenciamento e Cursos Atuariais, realizados dentro e fora do Brasil (EUA e México), é Membro ativo do IBA desde 1997, tendo exercido posições de Diretoria e Presidência do mesmo instituto desde 2013, membro dos comitês da CNseg e da FenaPrevi por mais de 10 anos; membro do corpo docente da Funenseg por 2 anos; membro da Fenaber por 3 anos.

Helv

600 pessoas                                               

Abertura:

Brasizza (contador) realçou os que contribuem com o seu esforço para o desenvolvimento da pcf, citando entre outros Roque.

- "Rainha das ciência", pois guarda informações de forma transparente aumentando a segurança.

- Segurança aindea mais fundamental com variedade de produtos (instituidos, setoriais, familia). Cada vez mais importante o controle. Até porque a serviço dos participantes.

Luís Ricardo: prova a mais da capacitação da Uniabrapp e da capacidade mobilizadora da Ancep. "Roque é guerreiro". Parceria é história de sucesso. E manual é cereja do bolo. sonho antigo que se materializa". E na Fucape encontramos o parceiro de que precisávamos na área acadêmica para produzir obra de tanto valor.

- "Um novo marco na contabilidade em nosso sistema".

- Sistema voltou a discutir temas estratégicos para assim crescer.

- Investir em marketing, em tecnonologia, procedssos inovadores, flexibilização do PGA (ABRAPP tem proposta e agradeceu Geral, autoridades sensíveis. "É fundamental flexibilizar o PGA", crescimento, sociedade civil é protagonista. Elogiou Geraldo.

Valcemiro: "Olhando toda a grade do evento ve riqueza da programação e o peso, a consistência da contabilidade que pulsa na pc". Um evento único voltado para a contabilidade reforça a importância.

- Manual traz um conteúdo dificil de e ncontrar em outra obra. (Resultado magnifico).

PALESTRA MAGNA

Luís Ricardo - "Esse momento virtuoso é  muito o resultado do diálogo que a Previc fortalece: Ajudou a resistirà presão arrecadatória da reforma da previdência.

- No lugar de data para acabar voltamos a crescer com 1 trilhão, soilvência de mais de 100% e superávit agregado.

Capelletto: 

- Manual é razão de orgulho". 

- Informação contábil de qualidade é fundamental para construir um caminho sustentável

- História, evolução do sistema + 17 ESIs, habilitação de dirigentes, Res. 4641, analise e gestão dos riscos, crescimento normativo (Previc 31 normatizando os procedimentos contábeis)

- indicadores com base na contabilidade, atuaria e investimentos.

- avaçliação de riscos e controles.

-Revisão que estpá sendo feita nas lcs 108 e 109.

- Goverenança

- Contabilidade: informações para auxiliar na tomada de decisões. Informaçlão tempestiva e de  qualidade no momento que se precisa certo, tudo mensurado com cuidado.

Para frente: riscos nos ativos e operacionais no passivo

- continuarmos a aperfeiçoar a informação contábil

PAINEL 1 - LANÇAMENTO DO MANUAL

Devanir Silva: cpc 02 que tratava das normas contábeis e fevereirp 79 primeiro plano de contas. No Congresso eram 2 grupos de trabalho, um deles voltado para a cobtabilid\ade. Abrapp tinha comissão de finanças e contabilidade. "Uma história construída com muito trabalho. Resultado é resiliencia do sistema.

- manual está em linha com a impoirtância e resiliência da contabilidade. Sistema está na iminência de cresciumebti. Ressaltou a importância da Ancep e Ficape.

Geraldo de Assis -  Manual é obra na qual vinhamos trabalhando e agora materializada, Bastante trabalhoso.

- Primeiro passo foi sonh9o de trazer toda a norma para uma abordagem completa, macro.

- comissões regionais deram uma parcela. E Fucape deu o brilho acadêmico.

- É obra coletiva, com intensa troca de ideias. Comissões técnicas regionais são muito ativas.

- Desde 2014. Contribuição da Abrapp de modo geral e da Ancep.

- Não é parfa uso exclusivo dos contabilistas, serve aos profgissionais de todas as áreas - adm, prev idenciaisria, investimentos, entre outras, até porque para termos acompanhar as variações patriumoniais + conselheiros e diretores.

- 14 capítulos: introdução , estrutura de planos de contas;  disponível; alterações operações previdenciais, gvestão administrativa;  imobilizado, instigel. investimentos, contingenciais, governança, controles internos e riscos, ,tributos, benefícios pos empregos e casos práticos de contabilização.

- Todos cumpriram prazos

- Levar o livro aos cursos de instituições de ensino superior.

- 330 páginas.

Aziz\- O conjunto de ativos do sistema é 14% do PIB e pede qualidade técnica, 7 milhões. Tratar contas com máximo cuidado é essencial.

- é mínima a literatura para ajudar professores e alunos. "Hoje, afinal, temos uma obra  para ajudar contadores que cuidam de algo tão importante.

José Edson da Cunha Júnior -  Elogiou generoso Evenílson Balzi e gigante Paulo Macedo, ambos...

-  Dever fiduciário: administramos sonhos de familia, por isso bons atos de gestão.

- importância do manual: informações trasparentes e de qualidade acxrescida de visão estratégica leva aos melhores resultados. E permite a melhor supervisão.

- Na contabilidade reune-se as informações mais importantes de toda a entidade. Tudo ligado.

"Manual saiu na hora certa", mesmo porque o nosso sistema ainda é novo.

- E 3 - Qualidade do Manual, porque é fruto não só do conhecimento mas também da aplicação no cotidiano.

- escrito de forma didática com exemplos práticos.

---