top of page

Sexta-feira, 21 de junho

Só informações estratégicas de interesse dos dirigentes de fundos de pensão. Aqui o leitor encontra a essência, para se informar melhor  deve buscar a notícia completa  nas fontes primárias apontadas, algumas das  quais requerem assinatura.
 

 

apoio

aplicacao-conjunta-2.png
logo-conecta-solucoes-para-efpcs-branca.
logo_ancep_gray.png
Logo.png
Logo_Previpar_edited.jpg
logo Tchê Previdência.png.png
Abrapp.jpg
Aposentado3

Violência contra idosos cresce muito mais rápido que o envelhecimento da população

Apenas nos primeiros três meses de 2024, houve o registro de mais de 42.995 denúncias de violência contra idosos,  junto ao Disque 100. No ano passado,  nesse mesmo período, foram 33.546. 

Em resumo, o número de denúncias de violência contra idosos mais que dobrou em apenas dois anos, uma velocidade nem de longe comparável a do envelhecimento da população.

Comissão Nacional de Atuária é instalada e fará uma nova reunião no segundo semestre

A  Comissão Nacional de Atuária (CNA) foi instalada pela Previc e já teve ontem (20) mesmo a sua primeira reunião, feita de forma virtual. A CNA irá reunir-se mais uma vez ainda este ano, no segundo semestre.

 

Debêntures de Infraestrutura: Anbima envia as suas sugestões para o Ministério dos Transportes

A Anbima enviou ao Ministério dos Transportes sugestões de alterações para aprimoramento das regras que regem a  emissão de papéis com benefício fiscal pelas leis 12.431 e 14.801, sendo que esta última trata das recém criadas “debêntures de infraestrutura”, que poderão interessar às entidades fechadas por seu maior rendimento potencial.

Situação do Regime Geral se deteriora e receitas agora só cobrem 65,9% dos gastos

No ano passado, mostra estudo de dois pesquisadores do Ipea,  a Seguridade Social (Previdência, assistência e saúde) teve déficit de R$ 429 bilhões, uma vez que as despesas  chegaram a R$ 1,6 trilhão e as receitas ficaram em de R$ 1,179 trilhão. O que significou que o dinheiro que entrou foi suficiente para cobrir não mais que 73,7% dos gastos.

E o quadro mostra-se ainda mais difícil no tocante à Previdência. No início do Século a arrecadação do Regime Geral ainda cobria 84,7% dos gastos, mas em 2023 tal percentual já havia caído para 65,9%.

 

RH  : mulheres ganham 17% menos do que os homens, diz IBGE

 

Dados divulgados ontem (20) pelo IBGE dão conta que a renda  média das mulheres no Brasil ainda é 17% inferior a dos homens.

Baseado no CEMPRE (Cadastro Central de Empresas), o instituto analisou 357 áreas de atuação e concluiu que as mulheres receberam salários inferiores aos dos homens em 82% dos setores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lu

 

bottom of page